08 janeiro 2008

[notas de ano novo]


>> Monografias são invenções de Satanás para que universitários sonhadores e utópicos percebam que quatro anos aprendendo a fazer matérias serão usados contra você quando seu orientador (que percebeu que assim o era meio tarde demais) diz que seu texto, que deveria ser acadêmico, parece, justamente, com uma matéria.


>> Amigos não são pessoas legais só porque eles são seus amigos. Amigos são pessoas normais, do mesmo jeito que você. Mas ter raiva de amigos é algo extremamente ruim e danoso para qualquer pessoa que os/as tenha. Na dúvida, não brigue com eles. Ou, melhor, não dê conselhos que possam se voltar contra você.


>> Quando você trabalha, de verdade verdade mesmo, o pulo que existe entre dois anos, chamado carinhosamente de reveillon, perde muito da representatividade. Não existe tempo para você pensar que já é um ano novo se a sua vida, pelo menos profissional, está do mesmo jeito. E é um saco pensar que, caso você não faça alguma coisa, ela pode manter-se dessa mesma forma indefinidamente.


>> 2008 está em janeiro, mas eu me sinto já meio desesperado. Até então, todos os anos eram permeados por uma sequencia: 1ª série, 2ª série, universidade (sou superdotado, ya know?). Agora, eu me formo e o que eu vou fazer? Continuar fazendo o que eu faço? Acordar tarde, trabalhar, chegar em casa e ficar na internet até de madrugada? Isso vai me levar pra onde? É, cara... crescer cada vez mais se torna difícil.


>> Serei uma pessoa cinematograficamente feliz em 2008. Batman, HP, Homem de Ferro, Hulk, Goku, Michel Gondry, P. T. Anderson, Speed Racer, Guilermo del Toro, Spielberg e Indi, Pixar, Ellen Page junto do Michael Cera, Depp junto de Burton, Scorsese junto de Rooling Stones, monstros em Nova York, Fernando Meireles, Sacha Baron Cohen...


>> O mais engraçado é que não tô esperando nada desse ano... vai ver esse será o motivo que o tornará bom (percebam que eu me contradigo e ainda faço troça)...

10 comentários:

Sanmya disse...

eu discordo de mim mesmo

photographie disse...

parece que tudo vai ficando cada vez mais difícil e cansativo a cada ano... e agora!?
não sei!
enfim, boa sorte em 2008, com monografias, trabalhos, carnavais...

eds disse...

a 4ª nota é cruel.
ainda me mantenho relativamente longe dela, graças.

é, vai ver que esse ano promete algo.

:]

Pedro Jansen disse...

"Agora, eu me formo e o que eu vou fazer? Continuar fazendo o que eu faço?"

vem pra sampa ou
faz um curso de redação ou
começa uma especialização ou
faz um projeto de mestrado ou
vem pra sampa ou
passa o dia em casa lendo e descansando ou
arruma outro emprego ou
vem pra sampa e passa o dia em casa lendo e descansando

line disse...

ai..2007 foi tão assim pra mim...

Heber disse...

Rafa, ano pós ano "as notas" para um ano novo parecem mais os mesmos problemas de sempre. Repaginados e cheios de vigor por se apresentarem sempre mais insolucionáveis e perigosamente ameaçadores, mas os mesmos.

Qt a idéia do seu amigo, abaixo, sobre São Paulo. Acho mais que válida a idéia. Algum curso, novas técnicas, nova visão de mundo, organização/funcionamento social. Se em um ano nada (muito) muda, que não mude em novos ambientes. né?

abração, amigo.

Mia disse...

Meo, até vc tá nesse sofrimento de monografia? Deus lhe abençoe kkkk
Tuuudo verdade. Tudo verdade!
2008 promete para os que pouco ou nada esperam =)

=*

Heber disse...

Piauí, consegui add seu link!

Fortes disse...

Humm
tbm acho q a mudança de ano n muda nada
+ usamos para fazer projetos
em alguns casos seria bom ter 2 sec de memória
Tudo acabaria rápido

sam drade disse...

eba
tou de volta ao mundo blogger... ,DDD